Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, GUARATINGUETA, PARQUE RESIDENCIAL BEIRA RIO, Mulher, de 20 a 25 anos, Portuguese, English, Informática e Internet, Saúde e beleza
MSN - elaine_cristin@hotmail.com



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
Sem Lenço e Sem Documento


Mudei!!!!!

O Sem Lenço está em novo endereço!

Atualize seu link e não deixe de me visitar!!

http://www.semlenco.clic3.net

até lá!



Escrito por Elaine Cristina às 16:38:09
[] [envie esta mensagem] []



Quem sabe a vida seja uma viagem...

sem caminho definido ou planejado, mas com destino certo.

Se for assim mesmo eu devo estar viajando de trem, num daqueles trens bem velhos e barulhentos que andam devagar, mas eu tô sempre esperando quase tudo.
E mais uma etapa da viagem foi fechada, e embora não tenha sido das melhores, deixou algumas lembranças boas.

Eu tô precisando mto que alguém me ajude com as tags do blogspot, ou com algum outro servidor porque, definitivamente, a UOL esgotou minha paciência! rs...

Solidários, por favor, manifestem-se nos comentários!
;*



Escrito por Elaine Cristina às 17:30:59
[] [envie esta mensagem] []



Sem mais.



Escrito por Elaine Cristina às 10:57:52
[] [envie esta mensagem] []



Baby I see this world has made you sad
Some people can be bad
The things they do, the things they say
But baby I'll wipe away those bitter tears
I'll chase away those restless fears
That turn your blue skies into grey

Why worry, there should be laughter after pain
There should be sunshine after rain
These things have always been the same
So why worry now

- Dire Straits

Ninguém tem idéia do quanto eu queria que alguém tivesse escrito essa letra pra mim, ou melhor ainda, do quanto eu queria e precisava que alguém me falasse tudo isso.
No final de um ano como foi o meu, é impossível não perceber e lamentar que a vida não seja feita apenas de futuro. Há também o presente, que traz o peso da responsabilidade de ser o único tempo em que as coisas podem ser mudadas, e o passado que nem sempre descansa em paz.
Final de ano é muito foda, mas mesmo assim eu tenho sorte. Não reclamo, apenas me expresso. Expresso a minha melancolia e até mesmo a minha solidão. Tudo o que eu preciso agora é de uma mão em volta dos ombros, de alguém que me dissesse que tudo vai melhorar e que eu não devo me preocupar, embora eu já saiba disso.
Ao procurar conforto encontrei mais espinhos, deixei então de procurar,  ao menos assim há apenas consequências do que eu faço ou deixo de fazer. Foi a opção que precisei fazer para não enlouquecer.
Não dá pra ser auto-suficiente o tempo todo. Mas, acabo me acostumando a não ter tudo o que preciso.
Olhos marejados, retratos velhos de ilusão, solidão calada, histeria interior sufocada, nenhum plano a não ser continuar a resistir.
Longos dias e noites pela frente...

Tudo que morre fica vivo na lembrança
Como é difícil viver carregando um cemitério na cabeça
Mas antes que eu me esqueça
Antes que tudo se acabe eu preciso dizer a verdade
É impossível esquecer você
É impossível esquecer o que vivi
É impossível esquecer o que senti...

- Impossível
Biquini Cavadão



Escrito por Elaine Cristina às 23:25:57
[] [envie esta mensagem] []



Vida louca, Vida...

Vida breve.
Ainda que vivamos 70 anos - achamos pouco. Podemos pensar agora que já vivemos muito. Podemos nos lembrar de acontecimentos vividos há muuuuuito tempo, e na realidade esse tempo não ser muito mais do que uma década. Mas, e quando tivermos 70 anos e nos lembrarmos dos nossos vinte e poucos anos, será que serão lembranças distantes ou lembranças próximas, como se fosse há uma década atrás?
E em meio à essa confusão de tempo, lembranças e sensações, quantas vezes não nos damos conta da fragilidade da vida.
De repente uma artéria entupida, um descuido com os alimentos ou uma distração no trânsito pode colocar fim em tudo. Um exagero na bebida, um exagero no açúcar ou a picada infeliz de um mosquito pode ser suficiente pra colocar fim ao milagre temporal e biológico que somos nós.
Sim, somos todos um milagre. Organismos funcionando em perfeita harmonia, ou trabalhando para que haja essa harmonia.
Cinco litros de sangue correm e um minuto por 96.500 km de veias e artérias numa velocidade de 300 km/h, coordenados por um músculo de aproximadamente 300 gramas.
A máquina perfeita, porém frágil e com tempo de vida estimado em cerca de 70 anos.
Pelo ponto de vista científico, não é difícil encarar a morte. As flores murcham, as frutas apodrecem, as pessoas morrem. Mas, não queremos saber de ciência quando o assunto é nossa própria vida ou a vida de quem amamos. Queremos viver - e viver bem.
Então, o ser humano em sua infinita pretensão, encontra seus próprios parâmetros de vida e um dia o tempo e a fisiologia mostram se são parâmetros certos ou não.
A vida pode parecer longa hoje, mas um dia parecerá breve. Cuidemos da nossa vida, cuidemos de quem amamos, e assim mesmo que a longo prazo, veremos que valeu a pena essa estadia terrestre constituída de algumas décadas ou simplesmente, de um montão de segundos.

Escrito por Elaine Cristina às 19:55:37
[] [envie esta mensagem] []



O início do fim...do ano

Eu gosto dessa época...ao mesmo tempo que não gosto.
Não gosto das datas de consumo, nem do stress que pesa pelo acúmulo do ano inteiro. Não gosto de ver o carnaval se aproximando nem de ficar um ano mais velha.
Mas é legal que mais um ano esteja acabando e eu ainda esteja viva, inteira, magra e feliz. É legal um ano novo começando, fazer planos e imaginar coisas que tem 50% de chances de acontecer nos próximos 12 meses. É legal encher a cara no reveillon depois dormir e acordar no ano novo, e o mês de janeiro é legal porque sempre acontece alguma coisa diferente - seria paraíso astral? - enfim...acho que aquele bom e velho otimismo desponta novamente (se é que eu já fui pessimista em algum final de ano).
Mas, não demos o ano por encerrado, já que tenho alguns projetos a realizar antes do dia 31 de dezembro. E uma coisa é certa: menos saudade e mais vida, é o que eu preciso desde já.

Enquanto isso, fora do mundo Bloguístico:

Síndrome desconhecida do MA era Beribéri 

Nair Belo tá na UTI - tadinha

E no winamp:
• Kid Abelha - Deus
Deus, por favor, apareça na televisão...



Escrito por Elaine Cristina às 17:54:59
[] [envie esta mensagem] []



Pesadelo

Sabe aqueles sonhos idiotas que parecem tão reais que a gente quase acredita que são verdadeiros????

Realiza: eu estava no clube, a beira da piscina, com um laptop, e entrei no meu blog...que tinha 3 posts que eu não escrevi, com umas fotos que eu nunca tirei. Alguém tinha invadido o Sem Lenço e postado como se fosse eu...Gelei, né? Acordei e vim correndo ver se tava tudo em ordem por aqui...
Tudo em ordem - alívio.

Coisas estúpidas têm acontecido ultimamente, não só em sonhos. O mês de novembro é marcado por acontecimentos bizarros, estúpidos, idiotas, coincidentemente, todos os anos. Ano passado me disseram que isso é inferno astral, que começa um mês antes do aniversário da gente. Eu diria que é bobagem, se não fosse o fato do meu aniversário ser no mês seguinte ao mês de novembro, e de ter sido a minha avó quem em disse isso - que engraçado, tenho uma avó ligada em misticismo e astrologia e descobri isso há pouco tempo - e seguindo o raciocínio dela, eu também teria dificuldades em lidar com pessoas que nasceram no mês anterior e posterior ao meu aniversário. Fato. E disse também que eu teria mais afinidade com pessoas que estão no quarto mês - antes e depois - do meu aniversário, ou seja, setembro e março. Fato também.

Bom saber que eu não seria a única mulher da família que seria queimada na fogueira se ainda houvesse inquisição.



Escrito por Elaine Cristina às 18:25:55
[] [envie esta mensagem] []



Momento "Meu-Deus-cadê-eu?"

Nem visitando outros blogs, lendo notícias, poemas e músicas eu consigo ter idéia do que escrever aqui.
Cada um escreve sobre sua própria realidade. Eu poderia falar sobre aulas, alunos, professores, matérias atrasadas, vestibulares...
Mas a verdade é que estou de saco cheio disso tudo. E agora, com o final do ano se aproximando eu consigo perceber o poder que as palavras têm sobre nossas vidas. No começo desse ano eu disse que ia parar de sair, que ia me dedicar aos estudos em prol de uma causa. E aqui estou eu, e por enquanto não questiono, pois ainda acredito que valerá a pena. Mas as vezes é estranho e até mesmo irritante!!!!
Mas tudo bem.
O natal se aproxima e o meu pânico de festas de final de ano também.
Isso deve ter algum lado bom, só preciso descobrir qual.
De qualquer forma, o balanço do ano acaba sendo positivo. Ganhei mais do que perdi, e o que perdi não tinha lá grande valor.
Então, reclamo a toa.

Ok, final do desabafo.



Escrito por Elaine Cristina às 11:25:17
[] [envie esta mensagem] []



A convicção da saudade...

Um sentimento novo que chega e surpreende.
De repente, uma música que provoca uma emoção, que relembra um momento ou uma tradição que se sabe que há de ficar distante, num passado que começará a qualquer momento.
Não sei definir se é uma sensação boa ou ruim, mas é fato que surpreende e assusta, como tudo o que é novidade.

Ninguém seria capaz de saber ao certo a que me refiro, mas estou convicta de que daqui há uns anos, relendo...eu saberei me transportar ao dia de hoje, e relembrar esse sentimento.

Tudo há de mudar, e muito. Só não sei quando.
E nesse dia, não sentirei saudades. Nem no dia seguinte, nem no dia seguinte ao dia seguinte...Mas, algumas semanas depois, sei que as lembranças serão doloridas. Vou querer voltar e reviver, mas a vontade de viver e buscar o incerto há de ser maior.

E em todos os momentos, Você estará comigo, presente em meu coração,  e até no ar que eu respirar, e até mesmo nos lugares onde você jamais estaria...Você estará lá por mim e pra mim! Te amo muito!!!!!!!



Escrito por Elaine Cristina às 21:11:28
[] [envie esta mensagem] []



Eu pensei em mim, eu pensei em ti, eu chorei por nós...


As eleições estão chegando. Brasileiro tem memória curta e eu chorei quando soube que Collor e Maluf foram eleitos. O último deveria ser guilhotinado. Eu odeio o Geraldo Alckimin porque ele fechou o CEFAM e quase faliu a UNESP enquanto governador, e ainda construiu escolas de lata que cozinham as crianças numa temperatura interna de 40 graus (situações que eu vivi/vi de perto). E além de médico, é arrogante. Eu odeio o Lula pelo seu populismo apelativo e por não saber se comunicar como deveria saber um Presidente da República. E agora, tenho que escolher entre os dois, numa pseudo-democracia que me obriga a exercer o direito de votar, dentro de um sistema que não dá a mínima importância ao meu direito de viver dignamente. Se é pra desrespeitar os meus direitos, por que não desrespeitam meu direito de votar ao invés do meu direito à um ensino público de qualidade e ao atendimento médico eficiente? Não quero entrar numa fila enorme cheia de gente fedida só pra votar num cara que eu odeio.
Fiquem calmos tripulantes. Ainda há tempo suficiente para que as coisas piorem.

* A Google comprou o YouTube - (e eu com isso?!) - começo a achar que a Teoria da Conspiração faz sentido.
* Faz calor, faz frio, faz calor de novo - e eu já fiquei doente.
* O cara perfeito do post abaixo fuma - e eu odeio cigarro - Desencantei.


* Faça bom proveito das 'amizades' que você 'roubou' de mim. Mas saiba, você NUNCA será como eu.

 



Escrito por Elaine Cristina às 12:46:00
[] [envie esta mensagem] []



Enfim...

aaH..eu achei o homem perfeito! Aquele por quem eu abriria uma excessão  à minha filosofia do gatoescaldadotemmedodeáguafria, ou gataescaldadatemmedodeáguafria, no caso.
Tá bom vai...nem tô muito aí não. Não levem ao pé da letra. Ele só é...perfeito! E se é perfeito, não é real. Então não tem nada demais eu cantar um cara que não existe, né?!
Mas tem um probleminha. Ele ainda não sabe disso.
E como que eu vou contar?!

A.) E aí, já era ou já é? *encostando o cara na parede*
B.) Oi! Euqueroficarcomvocêmebeija?! *agarrando o cara*
C.) Oh, jovem mancebo! Desde que meus castos olhos de donzela recaíram sobre os seus lindos olhos verdes, meu coração se inquieta! Diga que me ama, case-se comigo! *ajoelhando no chão*
D.) Nossa, nunca conheci alguém que conhecesse Confucio e praticasse Yoga. Me chama pra sair? *issoénormalnadaaconteceu*
E.) Oi! Posso beijar essa pinta no seu queixo?! *carinha de inocente*

Hein?



Escrito por Elaine Cristina às 18:01:40
[] [envie esta mensagem] []



Ela aceitou correr os riscos, mas com o tempo esquivou-se do perigo. Ainda anseia por correr os mesmos riscos, mas aprende com seus erros e segue sofrendo por desejar o indesejável. Ela aprendeu a viver, porém ainda lhe resta a prática da vida. A conjugação do verbo. Falta viver por completo, abraçar uma causa, lutar com todas as forças. Ela ainda tem medo, e isso embora não a impeça, também não a impulsiona.
Num ímpeto de desejo e insensatez, a emoção dominou a razão e tudo pareceu fazer sentido. Desejar não é pecado. Amar não é contra a lei dos homens ou de Deus. E então, ela desejou e amou profundamente. E se entregou a esse ímpeto feroz que lhe consumiu o corpo e a alma e, em sua imaginação, libertou o que sua alma aprisionava. Deixou-se amar e foi feliz por segundos, até se lembrar que o desejo fere seus princípios, e amar vai contra suas próprias leis. Chorou. Ela não queria desejar, nem queria amar, e por isso trancou seu coração e nos cantos mais escuros de sua alma faz força para manter reprimido tudo aquilo que sua mente para sempre censurará...

Escrito por Elaine Cristina às 19:53:59
[] [envie esta mensagem] []



Questionário

Peguei do Doo!

Quando eu acordo eu: sinto sono
Eu fico irritada(o) quando: procuro alguma coisa e não encontro/tento fazer algo que não aprendi e dá errado/falam que meu cabelo é vermelho pq sou RBD =S
Não gosto que mexam na minha (meu): cabelo/guarda-roupa/conta bancária =P
Detesto cheiro de: sangue/perfume da Sandy que minhermã usa
Quando chego num buffet, penso em comer tudo quando vejo: que é de graça! $.$
Subindo uma ladeira sob um sol de 40º, penso em chegar lá em cima e encontrar: uma vista esplendorosa e um homem totoso de sunga me esperando com uma caixa de cerveja
Quando eu tiver 40 anos: vou estar gostosa =}
Não consigo gostar de: qualquer tipo de verdura/legume
A maior característica do meu signo, em mim, é: ser aventureira (não pistoleira, tah?!)
No meu corpo, eu gosto: de tudshin =)
No meu corpo, eu não gosto: das manchas na minha perna :/
Acho idiota quando alguém: fica noivo (usar aliancinha dourada...viadagem + enrolação)
Tenho inveja quando alguém: viaja...
No banho, eu lavo mais tempo: meu cabelo =P
Tenho medo de: me apaixonar andar sozinha na rua =S
Quando estou triste, gosto de ouvir: 'Layne, vc fica tão linda tristeenha' (By Doo)/música de fossa bem alta no foninho
Quando estou feliz, gosto de ouvir: 'nussa, viu o passarinho verde?'
Minha mãe diz que eu sou: filha dela, mas sei não :B (By Doo)
Eu acho que eu sou uma merda humana quando: vou mal numa prova/ perco um emprego =/
Eu acho que eu sou foda pra caralho quando: a prof. de Redação lê minha redação na sala...uhahiahuaiah...eu sisinto!
Odeio que me chamem de: Eliane e suas variações...
Adoro quando me chamam de: Nane =}
Gosto de dormir: sozinha/ no escuro/ bem esticada
Tenho medo de morrer: virgem antes de ir num show do U2
Adoro cheiro: de perfume masculino =}
Antes de dormir, eu: rezo
Quando eu tropeço mas não caio, eu: falo um palavrão =P
Barulho que me irrita é: panela de pressão e eletrodomésticos
Meu dinheiro: quer distância de mim!
Eu nunca: jogaria sal numa lesma de novo
Eu sempre: tenho vontades que passam :X
Tenho nojo de pensar em comer: partes íntimas de um boi O.o
Eu queria poder: viver viajando
Me dá um frio na barriga quando: estou num lugar alto e olho pra baixo :F
Quando alguém ronca e me acorda, eu: acordo o infeliz tbm
Se eu tivesse somente um dia de vida, eu contaria: que eu tbm traí que eu vou morrer amanhã
Se eu não tivesse essa profissão, eu seria: aeromoça!
Eu nunca namoraria alguém que: fedesse/ fosse do sexo feminino (By Doo)



Escrito por Elaine Cristina às 19:19:17
[] [envie esta mensagem] []



Volta pra casa
Me vira a cabeça
Me bota no colo e me enlouqueça...

Reacende a chama, diz que me ama
Faz meu mundo, seu mundo
Me chama de amor!!!



Escrito por Elaine Cristina às 17:22:20
[] [envie esta mensagem] []



Atualiza!! Atualiza!! Atualiza!!

Eu juro que tentei atualizar antes, mas na primeira vez meu pc deu tilt quando eu estava no final do post...na segunda, também.
Preciso colocar na minha lista de coisas a fazer antes de morrer: comprar um computador novo.

Estava mexendo nos favoritos do meu Explorer, estavam esquecidos há muito tempo, coitados. Achei  essa coisa fofa, e pensei que valeria a pena mostrar...

E falando em mostrar, encontrei meus arquivos no weblogger...e..Genteeee! Minha vida nos últimos anos está toda na internet! Até certo ponto isso é legal, pois lendo alguns episódios, vi o quanto minha vida mudou, e as cabeçadas que já dei e jamais repeti...essas coisas que a gente não se orgulha por ter feito ou por ter aceitado que fizessem pra gente. O chato é que a hora que o Weblogger quiser pode deletar tudo.

E falando em deletar...
Eu ia apagar alguns dos últimos posts porque não me agradaram...sei lá, as vezes escrevo coisas que não tem a ver com nada e depois nem eu mesma entendo porque escrevi. Mas, esses posts tbm são história, então resolvi deixá-los viver...

E a Aninha tá de volta ao mundo bloguístico, espero que dessa vez seja pra ficar. Então deêm uma passadinha por lá pra dar um incentivo pra garota! E quem está se iniciando nesse mundo tbm é a Patty. Ai, fico tão feliz por ter novas 'vizinhas' de blog!!! Visitem e comentem bastante pq isso é a principal motivação do começo da carreira bloguística...rs
E eu descobri que quem tem um blog também é a professora Marina-pé-de-couve...rss...Só que o dela está meio empoeirado...Mas eu vou tentar incentivá-la a voltar porque eu adoraria ler as pezadas-de-couvice que ela postaria se virasse blogueira de carteirinha que nem eu...



Escrito por Elaine Cristina às 17:01:24
[] [envie esta mensagem] []



Viver é foda...morrer é difícil!

Não adianta, por mais que tenhamos tudo e mais um pouco do que necessitamos basicamente para viver, é inevitável que hora ou outra tenhamos vontade de jogar tudo pro alto, de mandar o mundo pra pqp, de nos sentirmos profundamente infelizes e abandonados.

As vezes parece que o tempo passa, as pessoas se vão, e continuamos no mesmo lugar no tempo e no espaço. Embora tenhamos a certeza de que não é isso o que realmente acontece.

As vezes eu tiro um dia, ou uma madrugada pra ficar tão triste até acreditar que nunca mais vou sorrir de novo. Pra me sentir tão só, como se fosse a última das criaturas. Pra ouvir todas as músicas do especial fossa e esquecer que tenho que acordar amanhã, e inteira, e sorridente, independente de minha vontade. Pra fingir que o mundo me esqueceu. Pra chorar até dormir. Mas, só por uma madrugada.
Não que eu tenha levado um fora (bem pelo contrário...)
Na verdade não há motivos específicos. Talvez seja um processo acumulativo...

Eu admito que adoro um fundinho de poço. Sou uma espécie de Drama Queen dos tempos modernos, mas ainda não cheguei a extremos de cortar os pulsos, tentar suicídio ou virar emo. Até porque já estudei o suficiente pra saber que morrer não é tão simples quanto parece, e reconheço que não tenho mais idade (nem paciência) pra virar emo...

Atitudes positivas??
Pode até ser, mas só em certos momentos. Em outros, costumo chamar isso de demagogia.

[off]
Acabei de ler num lugar qualquer aqui que pessoas inteligentes demais fracassam no campo emocional... pulttttzzz...
uhahiahuahiauhaihahsuhia....s/c
[/off]

Acha meu blog melancólico demais??? Tem um "x" ali em cima, no canto direito. Clica lá, e não volte nunca mais. Obrigada.



Escrito por Elaine Cristina às 00:31:19
[] [envie esta mensagem] []



AAAAAAHHHHHH!!!!!!

Pára o mundo que eu quero descer!!!!!!!!!!!!!

Não quero sair de casa. Também não quero ficar em casa. Não quero ter obrigações, tbm não quero fugir delas. Quero simplesmente sumir. Sublimar. Ter combustão espontânea.

Por quê? Sei lá...talvez seja a TPM chegando outra vez.
Talvez seja o feriado que se aproxima..já disse que odeio feriados?
Pois é. Odeio.

Tá tudo certo por aqui. Tá tudo bem também. E eu tô feliz.
Só não está tudo bom.
Eu acho que pra ninguém tudo está bom...exceto para as pessoas muito apaixonadas (aquela história do mundo cor-de-rosa...) Mas agora eu atingi o ápice do "vou bem mas não está nada bom".
Explico: está tudo bem. Estou com saúde, progredindo nos estudos, com as contas em dia e em paz com meus relacionamentos. Mas não estou satisfeita com nada. Quero mais, quero tudo melhor ainda. Quero pegar emprestada a lente cor-de-rosa de alguém e, ao menos por algumas horas quero ver tudo perfeito.

Eu vou mudar o cabelo de novo.
E tentar mudar mais alguma coisa em mim.
Questão de sobrevivência. Seleção natural.

Eu acho lindo a filosofia cristã de 'oferecer a outra face' e 'perdoar 70 vezes 7'...Mas, na boa...que eu bata antes de pensarem em me bater. E que eu nunca mais ande ao lado de quem me traiu.
Abaixo o falso moralismo e os discursos demagógicos!!

Nem sei porque escrevi isso, mas...enfim. Deve ter sido um desabafo ou algo do tipo.
Ah, essa minha alma errante que nunca se satisfaz...



Escrito por Elaine Cristina às 19:40:52
[] [envie esta mensagem] []



Helloooowww Beibeeee!!!!

ahh hoje eu decidi que vou ficar a tarde toda na net!!!
Pra tirar o atraso, sabe como é, né!!!
(por 'tarde toda', entenda até as 16 hrs...pq depois, o dever me chama)

Tempo ocioso acaba sendo bom quando se tem muita coisa pra fazer e a cara de pau de não sentir remorso por aproveitar o tempo ocioso fazendo nada.

Isso aqui era pra ser um post do fotolog, mas eu já tava logada na UOL então posto aqui mesmo. E aproveitando a ocasião, tenho que dizer que não preciso nem de comentários nem críticas construtivas anônimas. Pessoas que fazem críticas construtivas são pessoas que querem contribuir positivamente para algo/alguém, e essas pessoas não precisam se esconder no anonimato.

Em alguns anos de blog, eu aprendi que estamos nos sujeitando a esse tipo de coisa quando publicamos algo pessoal na internet, por isso nem vou me estender no assunto. Basta dizer que o que você pensa a meu respeito ou "pensa que sabe" sobre a minha vida é tão importante pra mim quanto...quanto...a tecla turbo* do meu teclado - altamente indispensável.

Eu acho que tem gente com medo de perder a cabeça (de baixo), mas...não baixemos o nível, né!

*Tecla Turbo: pra alguém deve servir pra alguma coisa, mas pra mim não serve pra nada.

Continuemos a nossa programação normal.

Ahh...o post já ficou grande demais, deixa a programação normal para a próxima postagem também!!



Escrito por Elaine Cristina às 13:05:22
[] [envie esta mensagem] []



Lei do Retorno

Não sou a dona da verdade pra afirmar com certeza, mas eu acredito que ela existe, e rege a vida de todos nós, meros mortais.
Aqui se faz, aqui se paga...talvez.
As vezes as consequencias demoram tanto a chegar, que a vida passa, mas ainda assim, acredito que as consequências de nossos atos estão onde nós estivermos.
Mas é preciso que tenhamos cuidado ao acreditar na Lei do Retorno, pois podemos usá-la como justificativa para velhas mágoas e desejos de vingança, e não é nada disso. Trata-se apenas de um processo natural.

Costumo dizer que somos espelhos uns dos outros. As pessoas que eu amo e admiro refletem isso em forma de afeição, e a partir daí surgem as afinidades. Por outro lado, as pessoas que me fizeram mal, aquelas que por mais que eu procure, não consigo ver nada de bom, são as que, ao invés de refletirem, refratam. Recebem, mas não sabem dar retorno, absorvem, mas não retribuem, como um vidro negro que só guarda as energias para si. E tanta energia acumulada e em desuso, não pode resultar em coisa boa.

Em algum lugar, li que na vida não há castigos ou recompensas, apenas consequências.

Infelizmente, concluí que sou uma pessoa vingativa. Não que eu persiga e procure fazer o mal, bem pelo contrário. Ao invés disso, eu 'deleto' as pessoas da minha vida, justamente para evitar ficar remoendo o que me fizeram de mal. Mas, se um dia eu tiver a oportunidade de 'ferrar' quem me ferrou, pode ter certeza que vou fazer.
Talvez isso seja comum a todos os seres humanos. Talvez não.
Talvez eu seja má. Boazinha eu tenho certeza que não sou.
Mas, sou assim e pronto.
E, como eu disse, a Lei do Retorno existe pra todos, e isso inclui a mim.
Mas, que é muito bom ver alguém que me fez mal se ferrando, isso é.

  *sorrisinho sádico*

PS.: não, eu não paguei ninguém pra castrar meu ex, nem mandei catapora renal pro Parreira e pros demais da lista. (Ainda). Acho que nem vou precisar, né?!



Escrito por Elaine Cristina às 20:04:43
[] [envie esta mensagem] []



Odeio gente feliz!!

Definitivamente, gente feliz demais me irrita!!!!!!

Não é inveja, como muitos podem supôr. Mas não tem coisa mais enjoativa do que gente que finge que o mundo é perfeito, que tudo é cor de rosa, que seus amigos são os melhores do mundo, que 'encontrou o amor da sua vida'.

Éca.

Gente que por ter um relacionamento estável se acha no direito de dar lição de moral ou se sentir superior aos solteiros/gandaieiros de plantão.

Éca.

Felicidade é também a auto-suficiência de saber que pode-se ser feliz sozinho. Amor é sorte, sempre.
Ou você acha que no meio de 6 bilhões de pessoas existe UMA que foi feita pra você? Se vc acha, e pensa que já encontrou essa pessoa, parabéns. Espero que sua ilusão dure pra sempre, ou pelo menos que você não se mate quando ela acabar.
Agora, se você não é pretencioso a ponto de acreditar nisso de 'pessoa certa', parabéns, você é uma pessoa esclarecida!

Amor de cinema existe. Nos cinemas.
Momentos de amor de cinema podem existir, basta que saibamos proporcioná-los. Porque o mundo é muito feio, e viveríamos terrivelmente amargurados se não tivéssemos esses momentos pra sonhar.
Mas, viver no País das Maravilhas é pra Alice!
Sou real, sou de carne e osso, assim como os outros 6 bilhões de terráqueos. E quero felicidade real, porque como diz a Fabi, eu posso ser feliz e mostrar isso sem fazer ninguém ter vontade de vomitar!

Inspiração de hoje: casais perfeitos e apaixonados no Orkut.



Escrito por Elaine Cristina às 13:51:51
[] [envie esta mensagem] []



Quanto tempo demora um mês??

A vida inteira de um inseto, um embrião pra virar feto
A folha do calendário Um trabalho pra ganhar um salário...
Pra criança que não sabe contar vai levar um tempão.
Mas, daqui há um mês, quando você voltar
A lua vai tá cheia e no mesmo lugar.

No mesmo lugar, tudo igualzinho e intocado.
Intacto. Do jeito que você deixou. Não, eu não estou sonhando. nem exagerando.
Quisera estar, mas não estou. E agora, palavras desconexas é tudo o que eu tenho.

Mistério, coragem, saudade, solidão, esquecimento, desculpa, adeus.



Escrito por Elaine Cristina às 18:31:42
[] [envie esta mensagem] []



Looking to the future...I Fell afraid!!

Odeio esse sentimento estranho, ou melhor dizendo, esse pré-sentimento. Não faz muito a minha linha ter medo das coisas, mas quando começo a sentir frio na barriga, perder o sono, acordar cedo sem reclamar, sentir vontade de chorar do nada...além de TPM, é também o indicativo de que algo está para mudar, e muito! Como toda mudança na minha vida, nunca muda pouco, sempre muda muito. Enfim...não dizem que o medo é o pai da coragem? Poisé...coragem eu tenho, pode ter certeza! E medo também.

Estou fazendo (muitas) adaptações no layout do blog. Estou fazendo um template em tabela (mais bonitinho, não sei como não pensei nisso antes!)..mas, já aviso que vai demorar (muito) pra ele aparecer por aqui, pois o tempo anda (muito) escasso. Nem sei porque eu fui comentar disso agora...ah sim, pra dizer que tô com problemas nos arquivos e nos caracteres do meu HTML. Pensei até em mudar de servidor, mas não achei nenhum outro que me agradasse, então vou ficar por aqui mesmo. E aos poucos vou consertando as falhas.

Cá entre nós, tô com a maior pinta de X-man na minha foto do Orkut, né?! aff...Mas a outra já deu flor por lá (e por aki e no msn tbm)...bah...é mto ruim não ter sua própria câmera, viu?! Vou ver se essa semana tiro um tempinho pra levar a Benedita pro conserto. Mas tô até com medo de consertar pra eu quebrar de novo. Meu pai me convenceu de que sou mesmo tão delicada quanto um hipopótamo dançando balé. Em um curto espaço de tempo consegui quebrar o relógio dele, a câmera digital, o mouse do meu computador, a minha impressora, sem falar que queimei o Suggar...

Ahh..mas eu tenho qualidades que compensam, vai....rs



Escrito por Elaine Cristina às 20:00:52
[] [envie esta mensagem] []



Sobre planos e cicatrizes...

Desejar não ver mais as mesmas pessoas, não ter mais as mesmas lembranças de lugares e perfumes, e situações, e palavras ouvidas.
É como se eu desejasse morar em outro mundo. Mudar de planeta, de atmosfera, de sistema solar.
Conversando com outras pessoas, percebi o quanto sou radical nas mudanças. Mudo meu comportamento, minha forma de pensar e ver o mundo, mudo a cor do meu cabelo, apago números e nomes da minha agenda e dos meus contatos virtuais.
Acredito piamente que é possível apagar coisas da minha mente. Só estou tentando descobrir como, porque as tentativas serviram pra eu não me lembrar por alguns momentos, mas há algo estampado na minha alma, uma estampa que não desbota, uma imagem que não se dissipa, mesmo entre turbilhões de lembranças, experiências e responsabilidades.
Há algo que sempre está lá, e me machuca.
Meu maior medo é ser algo que o tempo não apague, como uma cicatriz que nem Ivo Pitangui conseguiria extinguir sem deixar nenhum vestígio.
Não sei como nomear, nem o que fazer, nem de onde tirar forças pra fazer.

Como uma criança medrosa que precisa passar por um corredor escuro, de cabeça abaixada, tapando os ouvidos, olhando sempre para o chão e correndo, assim eu vou vivendo.
E o corredor escuro que sigo parece não ter um fim próximo. Mas sei que ele há de chegar em algum lugar. E quando chegar, eu ainda vou ter essas cicatrizes, mas vou ter também coisas mais importantes, e porque não coisas que me façam feliz a ponto de não ter mais motivos pra sentir a dor de ver marcas em minha alma?



Escrito por Elaine Cristina às 17:56:36
[] [envie esta mensagem] []



Desinteressante...

* Final de Férias
* Muitos afazeres (pendentes)

Eu queira ter algo pra escrever aqui, mas ando tãooo desinteressante, até pra mim mesma.
Vagando pela vida, sem rumo, no momento.
Chorando e sorrindo sem ter ao certo um porquê.
Sentindo falta, e sabendo que não deveria, e por isso me sentindo culpada (leia-se idiota mesmo!)

Ninguém é obrigado a corresponder aos sentimentos ou expectativas de ninguém. Será que mesmo com encéfalo desenvolvido e polegar opositor os homens ainda não conseguem entender isso e jogar limpo uns com os outros?

Que porra!!!!!!!!!!!!!

Já gritei demais, esperando que me ouvisse. Hoje, tudo aconteceu do jeito que eu, embora esperasse, nunca quis.
Aprendi a lição.

"O beijo amigo é a véspera do escarro
A mão que afaga é a mesma que apedreja"
(Augusto dos Anjos)



Escrito por Elaine Cristina às 13:04:38
[] [envie esta mensagem] []



Bolero...

Batidas na porta da frente é o tempo
Eu bebo um pouquinho pra ter argumento
Mas fico sem jeito, calado, ele ri
Ele zomba do quanto eu chorei
Porque sabe passar e eu não sei

Num dia azul de verão, sinto o vento
Há folhas no meu coração é o tempo
Recordo um amor que perdi, ele ri
Diz que somos iguais, se eu notei
Pois não sabe ficar e eu também não sei
E gira em volta de mim, sussurra que apaga os caminhos
Que amores terminam no escuro sozinhos

Respondo que ele aprisiona, eu liberto
Que ele adormece as paixões, eu desperto
E o tempo se rói com inveja de mim
Me vigia querendo aprender
Como eu morro de amor pra tentar reviver

No fundo é uma eterna criança que não soube amadurecer
Eu posso, ele não vai poder me esquecer...


A Paixão faz loucuras, bebe um pouquinho pra ter argumento, faz sofrer, faz chorar.
O Tempo passa, mas a Paixão, nem sempre.
E quando pensamos que a Paixão passou, ela ressurge, não importa o quanto o tempo passe, Paixão antiga sempre meche com a gente, essa que é a verdade.
Amores terminam no escuro, sozinhos, suplantados ao Tempo. Paixões, nem sempre.
O que o Tempo nos faz esquecer, a Paixão nos faz lembrar. A Paixão nos faz morrer de amor, e assim, nos faz sentirmos vivos de verdade.
A Paixão pode nos fazer esquecer o Tempo, mas o Tempo não pode nos fazer esquecer a Paixão.

- Resposta ao Tempo
Composição: Aldir Blanc/Cristovão Bastos
Interpretação: Nana Caymmi

MA-RA-VI-LHO-SA!



Escrito por Elaine Cristina às 22:13:23
[] [envie esta mensagem] []



Post Editado

Quem leu, leu...Quem não leu, não lê mais!

A razão entrou em ação, e eu PAREI!



Escrito por Elaine Cristina às 22:48:09
[] [envie esta mensagem] []



Hoje eu tô sozinha...

...e não aceito conselho
Vou pintar minhas unhas e meu cabelo de vermelho.

Hoje eu tô sozinha.
não sei se me levo ou me acompanho
Mas é que se eu perder, eu perco sozinha
e se eu ganhar, daí é só eu que ganho.

Hoje eu não vou falar mal nem bem de ninguém.

Logo agora que eu parei
Parei de te esperar
De enfeitar nosso barraco, de pendurar meus enfeites
De fazer um café fraco
Parei.
De pegar o carro correndo
De ligar só pra você
De entender sua família e te compreender.

Hoje eu tô sozinha...

...e tudo parece maior, mas é melhor ficar sozinha,
que é pra não ficar pior.
                           (Ana Carolina)


Definitivamente,
essa é a MINHA MÚSICA!

Hoje eu tô meio ban.
Andando só, trocando passos com a solidão...
E ouvindo Ana Carolina.
Mas, muito bem, obrigada!

Muito melhor do que estaria em qualquer outra situação;

Bem de espírito.
Bem de coração e com a razão em paz.

Bem sozinha. Mas, bem.

E com planos, sonhos, e com um pouco de realidade.
E de saudade.

Mais do que nunca, abomino pessoas sem perspectiva, sem sonhos, sem planos. Pessoas que fazem a própria vida andar pra trás.
Pessoas que fazem sempre as mesmas coisas. Não mudam. Não evoluem.
Essas me dão náuseas.

Você chegou e coloriu a minha vida.
Você foi embora.
E tudo continuou colorido
Acho que a cor não veio de você!
Obrigada por me fazer ver
que na minha bagagem eu trago uma caixa de lápis de cor!
=)



Escrito por Elaine Cristina às 22:10:58
[] [envie esta mensagem] []



Lembrança...Saudade, Crise...Evolução

Sabe aqueles dias tão lindos que, quando os relembramos dá vontade de chorar???
Esses dias são um motivo a mais para amarmos a vida.
Não importa o que veio depois, o quanto sofremos ou quantas vezes pensamos que seria melhor morrer do que enfrentar tamanha dor; a beleza dos bons momentos que passamos vai prevalecer. Algumas são tão intensas que o tempo não vai apagar, outras acabam sendo substituídas...

E, falando em substituir, quem disse que ninguém é insubstituível estava muito certo. Sei que é uma visão capitalista demais, mas é verdadeira.
Existem pessoas que parecem ter nascido pra semear a discórdia, a inveja, a falsidade. E ninguém está livre de encontrar alguém assim, e sem saber, permitir que esse alguém faça algum estrago em sua vida.

Dizem que é o famoso karma.

Eu tenho o meu, e se alguém pensa que não tem, é porque ainda vai ter aquela pessoa que parece que nasceu pra te perseguir, e não vai parar até que consiga tirar algo de você, seja o convívio com as pessoas que você ama, a sua paz ou sua capacidade de se controlar.
Pessoas sem caráter estão por aí, aos montes. E essas devem ser ainda mais substituíveis do que quaisquer outras.

Não tenho necessidade de pedir que alguém acredite em mim.
Não gosto e nunca gostei de esconder o que sou, e quem tbm tem essa característica, sabe que falo a verdade.
Faço o que quero, falo com quem quero, vou aonde quero. Mas, levo sempre comigo o respeito profundo que aprendi a ter pelas pessoas, sejam elas quem forem.  E só aprendi a ter esse respeito quando sofri (e muito) o desrespeito de quem não sabe respeitar nem a si próprio. Nesse mesmo tempo, aprendi a respeitar a vida em todas as suas formas.

Crise ( do grego "krísis" - Crescimento ): Fase difícil, grave, na evolução das coisas, dos fatos, das idéias;

Crescimento, evolução.

Se suas crises não têm esses resultados, tá na hora de parar de brincar de ser vítima e fazer algo pela sua própria vida, pois o que você faz de mal para os outros, volta em dobro pra você, imagine então o que você faz contra você mesmo?



Escrito por Elaine Cristina às 13:01:51
[] [envie esta mensagem] []



Releasing...

Nada me dá mais fome/sono do que estudar. Na-da.
Mais sono do que fome. O resultado disso é: pra cada hora de estudo, três horas de sono.
Mas eu NÃO vou sossegar enquanto não conseguir o que quero!
Ai meu Deus, Sant'Ana e Dom Bosco, rogai por mim...
pq TÁ FODA!

Ps.: tô ouvindo CPM 22, e lembrei...PELAMORDEDEUS, alguém tira aquela taquara rachada da Vanessa do Ídolos!!! - se é q ela já não saiu, eunãoseieunãoassisto!! (arrancando os cabelos - cena de pânico)
Ela me faz lembrar dela toda vez que eu ouço CPM...ela é tosca, ela é ridícula, eu a odeio pq elamefazlembrardela quando ouço CPM! PQP!



Escrito por Elaine Cristina às 14:48:08
[] [envie esta mensagem] []



Hein?? Como anssiiimm??????

 
 
"estes jogadores galacticos só serve para fazer propaganda,equilibrar bola no pé , chutar nas estrelas,correr que nem um loco atrás de desodorante más jogar bola , que vergonha!!!!!!!!! "
(carinha que escreveu nesse mural aqui)
 
 
Os franceses são fodões.
Os franceses não são racistas.
Os franceses são tão bons de bola!
Os franceses são gente boa!
Os franceses são honestos!
Os franceses merecem!
Eu amo os franceses!!!!
 
 
 Pultaquipariuvátomarnokoo!!!!!!!!!!!!!!!
 
Senti vergonha pela seleção.
Assim...
Quem acha que o culpado foi o tio pé-de-uva-passa levanta a mão!
o///
o///
\o/

Quem acha que o tio pé-de-uva-passa tava comprado, levanta a mão!!
o///
o///
\o/
Quem acha que brasileiro só TINHA motivo pra se orgulhar se ser brasileiro por causa do futebol, levanta a mão!
o///
o///
\o/
Quem acha que o tio Parreira tem que morrer de CATAPORA RENAL, levanta a mão!
o///
o///
\o/
 
Porque não entregou o jogo pro Japão???
Hein? Hein? Hein??????????????
 
Fodão!
 
PS.: e eu juro que quando for uma cientista conceituada vou criar o vírus da catapora renal e mandar envelopado pra casa do Parreira, do FHC (dívida antiga) e de quem mais disser que "agora o jeito é torcer pra Portugal..." !!!


Escrito por Elaine Cristina às 23:38:35
[] [envie esta mensagem] []



No melhor estilo Mulé Burra, me deu vontade de escrever um post assim...digamos ligeiramente dirigido.

Tava ouvindo a Thousand miles (música tema do filme As Branquelas, e Vanilla Sky tbm), e de repente tive um lapso. Juro que se tivesse R$180 agora, eu faria uma loucura. Por mero desencargo de consciência talvez, mas faria, e ia me achar o máximo se fizesse!
Tudo pra ter a certeza de que mereço mesmo a carteirinha de Burralda Gold. Tudo pra ter a certeza de que você sabe o que está fazendo, e que eu fiz tudo o que podia pra fazer tudo da forma certa. E é claro, pra te provar que você fez tudo errado!
Odeio coisas mal resolvidas. Sou marrenta mesmo, de verdade. Não sossego enquanto não chegar a um denominador comum.
Talvez seja apenas orgulho. Talvez seja algo mais. Nem quero tentar descobrir. Eu não preciso saber ao certo o que sinto, me basta saber o que quero. Eu tentei uma vez, duas...três. Pode ser que eu desista, que eu me canse ou me distraia, mas pode ter certeza, eu NÃO estou convencida de que as coisas são conforme as evidências.
Por enquanto tudo vai ficar assim, já que não há mais nada ao meu alcance.
Mas, logo tudo muda, e quem vai perder com essa mudança não sou eu. Pode ter certeza.

'Cause you know I'd walk
A thousand miles
If I could
Just see you...tonight!

PS.: e não se faça de desentendido, eu sei que se vc ler, saberá que é pra vc, seu trouxa!



Escrito por Elaine Cristina às 16:16:01
[] [envie esta mensagem] []



Reforma feita.

No blog!

A vida, como sempre, em constante reforma. E esse ano de 2006 tem sido, como costumo dizer, decisivo. Estabeleci objetivos, tracei rumos, estou fazendo planos. Entre enganos, perdas e ganhos, vou vivendo, vou me encontrando, e voltando a ser cada vez mais eu.

Pessoas já saíram e entraram em minha vida. Mas, as que saíram esse ano, não vão voltar mais. Nunca mais. As que entraram, bem...Deus sabe como eu queria (e esperei) que não saíssem, mas não estou mais tão certa disso. E em meio a isso tudo eu percebo como mesmo depois de me ferrar tanto, eu continuo sem medo dos "pra sempres" e dos "nunca mais". Minha mãe tem razão quando me diz coisas do tipo "vc não tem medo mesmo, né?! Não tem noção das coisas não, menina?! Sua maluca!!".

Mães sempre estão certas. E eu, acho que não vou mudar nunca. Inconsequente?? Irresponsável??? Talvez. O fato é que eu sei o meu limite, e aprendi a me respeitar acima de tudo. Acho que é essa a chave pra se aprender a viver, pra não deixar-se paralisar pela insegurança, nem levar um tombo muito feio quando se toma um susto. A vida vai se seguir, com os mesmos perigos, oferecendo os mesmos riscos e consequências, delícias e sofrimentos, independente de termos medo ou não.

Eu nem planejei falar sobre isso, mas saiu. Talvez seja o que está engasgado, e quem precisa ouvir ainda não me deu a oportunidade de dizer. Ou vai ver é só por causa do filme que vi ontem mesmo, vai saber...

"Nunca deixe que o medo de perder o impeça de jogar"

Bom, é isso.

Sejam felizes!



Escrito por Elaine Cristina às 19:15:15
[] [envie esta mensagem] []



Dom Casmurro...

Eu li, eu assisti, eu chorei (!)
E a vida imita a arte. (ou seria o contrário?!)

Ele é louco por ela, e ela, apaixonada por ele. Juntou a fome com a vontade de comer, né?! Perfeito!
Mas, de uma hora pra outra, entra o que chamam de "razão" no meio da história, e com ela a confusão...
E, no meio de tanta perfeição, lá vai o bicho-homem estragar tudo.
Dom Casmurro quis ser corno (covarde tipo 1). Mas também há os que preferem ciscar em outros galinheiros (covardes tipo 2 - ou vulgos "filhosdaputa"), ou ainda, os que fogem (covardes tipo 3).
O fato é que eles jamais deixam de exercer sua função instintiva e única: estragar o que estava certo.

Homens SEMPRE estragam tudo.
Homens deixam-se levar totalmente por sentimentos. E, no meio do caminho amarelam e resolvem usar a razão.
Seria tudo lindo se ele não fosse tão covarde, se ele não resolvesse ter um surto "racional", parar pra pensar no medo, deixar-se paralisar por ele.

Mas, os adjetivos não terminam por aí.
Se a essência masculina chama-se covardia, a feminina chama-se burrice.
Pois, pra passar a vida inteira acreditando que um dia as coisas serão diferentes, só com muita sopa de capim mesmo, né não?!?!!

E depois, quando a gente diz que homem é tudo igual, eles ainda tentam contestar...



Escrito por Elaine Cristina às 23:44:32
[] [envie esta mensagem] []



 

Como já era de se esperar, minha semana de férias está sendo super hiper mega master blaster improdutiva...

Tanto que nem tá rolando escrever aqui. Não vem nada a cabeça. Juro.

Falar de mim? O que eu poderia falar sobre mim...

Ah...tipo... Oi, meu nome é Elaine e eu tenho amigos emos. Também tenho uma bicicleta roxa, e uma carteira de motorista permanente, que não uso pra muita coisa. Ah, e eu tenho um computador velho e lento que às vezes eu uso pra atualizar meu blog e fotolog, falar com amigos, fazer pesquisas e coisinhas do tipo. Tenho pessoas maravilhosas na minha vida, outras nem tanto, e ainda, outras que mereceram ser expulsas, mas essas não estão mais na minha vida. Adoro receber telefonemas, mas odeio telefonar pras pessoas. Sou auto-suficiente e teimosa. Sou gente boa pra caralho, e eu me adoro! Odeio quem me odeia, e amo quase todo mundo que me ama. Sou super carinhosa com meus amigos, meio amigos, colegas e CriOnças. Mas...quando fico nervosa viro uma psicopata!! Falo palavrão. Canto, rio e falo sozinha. Vou ser bióloga e trabalhar no GreenPeace. Ter uma casa de campo com 23 cães, 4 coelhos e 14 gatos. E, nesse dia, eu vou entrar na academia e deixar de ser sedentária.

E eu consegui fazer um post inteiro só com encheção de linguiça!!! êêêÊêÊ!!!!! \o/



Escrito por Elaine Cristina às 17:26:10
[] [envie esta mensagem] []



10 Coisas que eu ODEIO em você...

***Post dirigido***

1. Seu talento sobrenatural para artes cênicas, fazendo-se de vítima sempre, claro.
2. Suas comparações e metáforas estúpidas que refletem o vácuo existente em sua caixa craniana.
3. Sua mania de questionamentos pré meditados para que as pessoas pensem que você pensa.
4. Sua curiosidade mórbida quanto a minha vida.
5. Sua mania de copiar as imagens do meu blog, meu perfil do Orkut ou imitar o meu jeito de escrever.
6. Suas tentativas bem sucedidas de fazer com que as pessoas sempre fiquem ao seu lado e acreditem no que você diz.
7. Sua falta de vergonha de achar que eu não reconheceria o que você copia de mim (e assina com seu nome).
8. Sua falta de caráter.
9. Sua inveja cultivada há anos.
10. Seu ciúme estúpido que reflete seu medo das pessoas perceberem as diferenças gritantes existentes entre você e EU!

..Sei que não deveria perder meu tempo escrevendo um post dirigido à você, mas agora me foi extremamente necessário dizer que sei que você anda por aqui, bisbilhotando a minha vida, e principalmente, sei PORQUE você faz isso.
ADIANTE SUA VIDA AO INVÉS DE ATRASAR A MINHA!
.
Agora que você sabe que eu sei, pode bisbilhotar minhas coisas a vontade!
.
.
E pra quem não tem nada a ver com isso eu peço desculpas...mas isso estava engasgado há teeempos.

Eu vou, mas

eu volto!



Escrito por Elaine Cristina às 14:57:36
[] [envie esta mensagem] []



Hoje tem post!!!!!

..mas tá aqui, ó! Espero vc lá!



Escrito por Elaine Cristina às 17:39:16
[] [envie esta mensagem] []



Perspectivas para o 2º Semestre de 2006

MAIS:
¤ Estudo
¤ Tempo com os amigos
¤ Dinheiro
¤ Horas de sono
¤ Fotos esdrúxulas com amigos
¤ Caipirinhas
¤ Novos amigos
¤ Beijo na boca
¤ Trabalho
¤ Sonhos bons
¤ Posts legais
¤ Dias de sol

MENOS:
¤ Esporro do papai
¤ Pessoas a serem expulsas da minha vida
¤ Notas baixas
¤ Distância
¤ Inveja
¤ Ressaca
¤ Stress
¤ Noites de sábado no MSN
¤ Aulas de Física e Matemática
¤ Pensamentos negativos
¤ Músicas tristes
¤ Brigas
¤ Noites sem lua e estrelas
¤ Insônia
¤ Gente mala

SALDO ESPERADO AO FINAL DO SEMESTRE:
¤ 1 formatura
¤ 1 Aprovação no Vestibular
¤ Algumas viagens
¤ 1 coração ocupado
¤ Alguns amigos verdadeiros
¤ Muitas histórias pra contar
¤ 1 coleção de CD dos Beatles

PROBABILIDADE DE SALDO NEGATIVO:
¤ 50% *

* Todas as suas escolhas têm sempre 50% de chances de darem certo. É assim pra todo mundo. (Filtro Solar)
** Clichê, porém realista ***



Escrito por Elaine Cristina às 13:30:38
[] [envie esta mensagem] []



De volta...

Já ouvi de muita gente que eu tenho talento pra escrever. Minha professora de Redação me sugeriu prestar Letras com Habilitação pra Escritor, curso novo na PUC.
Há Há Há...
Mal sabem essas pessoas o quanto eu torço e retorço meu cérebro e na maioria das vezes até a minha alma, por meia dúzia de palavras!
Mas, não nego que na maioria das vezes eu não escrevo o que penso, escrevo o que sinto.
E percebi que expôr meus sentimentos dessa forma não tem sido bom pra mim.
A solução seria então, parar????
Não, eu não quero!
Meu blog sempre foi o palco da minha lavação de roupa suja interna. E vai continuar sendo!!!
Então, para os paparazzis, fofoqueiros e meus pseudo-inimigos de plantão vai o meu mais sincero FODA-SE!!

E salve o mundo bloguístico!!!

 



Escrito por Elaine Cristina às 22:36:25
[] [envie esta mensagem] []



...E você estava esperando voar..Mas como chegar até as nuvens com os pés no chão???

Há certos detalhes sobre nós que só conseguimos perceber com a ajuda de outra pessoa, mesmo que ela nem sequer desconfie o quanto nos ajuda nesse importante processo.
As percepções superficiais são sempre as primeiras que nos atingem, e muitas vezes nos fazem perder a coragem de ir adiante, ou nos fazem sentir medo, ou nos satisfazem de tal forma que esquecemos de buscar pelos detalhes simples, porém mais significativos do que qualquer outra coisa.
Achei que sozinha poderia ser mais eu, mas alguém me fez perceber que há coisas sobre mim que estavam ocultas, e sem elas, eu jamais seria quem realmente sou; me fez perceber que posso ser ainda mais parecida comigo; me fez acreditar que a vida sempre surpreende, e às vezes, de forma positiva.
Não sei quanto tempo durará o que sinto agora, mas sei que esses poucos momentos foram decisivos. Decisivos por serem minha passagem de volta à mim mesma...
Juro que se pudesse comandar meus pensamentos, manteria os pés no chão e as minhas energias nas tarefas de cada dia. Mas, como é impossível, só posso lhe agradecer por tudo, que mesmo pra você sendo nada, à mim, hoje, faz toda a diferença!



Escrito por Elaine Cristina às 22:41:25
[] [envie esta mensagem] []



Passei por experiências realmente estressantes nesse feriado prolongado. E isso me fez refletir sobre o fato das pessoas me acharem estressada demais. Cheguei a conclusão de que nao sou estressada. É verdade. Juro! O problema é que algumas pessoas têm o dom de despertar os meus instintos assassinos com seu problema crônico de desconfiômetro quebrado. Pensando numa maneira de remediar a situação, elaborei o...

Manual Básico do Relacionamento Amigável com a Elaine (tcharamm!)

Capítulo I: O que você jamais deve fazer:

1.1 Ligar no meu cel a cobrar, dar toquinhos esperando retorno ou mandar mensagens do tipo "preciso falar com vc urgente" - Se quer falar comigo, liga na minha casa. Ah! Eu não estou? Ligue no meu cel..mas, só se for convite pra bebedeira ou aviso de morte. Caso contrário, esqueça!

1.2 Encher meus ouvidos com problemas, principalmente se  os problemas forem de terceiros - Hey...você conhece a minha mãe? Sabe o nome do meu pai?? Não? Então com certeza vc tem alguém bem mais chegado pra contar os seus problemas!!

1.3 Jamais me siga na rua - Assim..se vc me viu, e eu não te vi, paciência. Salvo se vc não tiver previsão de quando me verá de novo, mudar o seu itinerário ou sair correndo me caçando pelas ruas me fará te abominar!

1.4 Me cobrar telefonemas - Eu tenho obrigação??? Assinei algum papel dizendo que ia te ligar?? Vê se me erra!

1.5 Jamais me prometa algo e me deixe no vácuo depois - Tem coisa pior do que ficar que nem imbecil esperando o telefone tocar ou a pessoa chegar??? E eu sou do tipo que recuso até jantar com o Giannechini se tiver marcado um compromisso previamente com alguém.

1.6 Não venha na minha casa sem ser convidado (a) ou sem avisar - a menos que vc seja uma daquelas amigas que sentam na minha cama e ficam falando asneira e ouvindo música pq não tem nada pra fazer e sabem que eu tbm não tenho.

Resumindo: sou anti-social e sofro de misantropia adquirida. Ou vc é muito agradável pra me fazer te querer por perto, ou...NÃO ME ACOMPANHE PQ NÃO SOU NOVELA!

 



Escrito por Elaine Cristina às 16:55:25
[] [envie esta mensagem] []



Post mau humorado. Extremamente revoltado.

Ando descobrindo em mim uma misantropia jamais imaginada, desde que decidi excluir da minha vida as pessoas que me fazem mal. Apertar o "delete" sem dó nem piedade, pq só o "foda-se" já não tava resolvendo.
O problema é quando neguinho que a gente nem imaginava resolve ser o fura-olho da história.
Como disseram minhas caras colegas do Mulé Burra*..."a gente não se protege de quem a gente ama".
Sinto muito, mas de agora em diante todos serão inimigos em potencial.
Porque eu não aguento mais gente fura-olho, egoísta e filha da puta.
Porque eu odeio pessoas sem noção, sem desconfiômetro, gente folgada, gente que me cutuca, gente que menospreza meu potencial, gente que tenta (e as vezes consegue) me passar a perna, gente falsa, gente grudenta, gente carente, gente que tá sempre com os mesmos problemas, gente feliz demais, gente que se faz de amigo mas não se faz de rogado na hora de me puxar o tapete.

Serviu a carapuça???
Não?!
Que bom pra vc!!!!

"..deixa pra lá, que eu vou de vez...Adeus!

Meu coração já se cansou de falsidade..."

*http://www.muleburra.com



Escrito por Elaine Cristina às 22:52:08
[] [envie esta mensagem] []



Blog Parado...

Estou escrevendo pra avisar que vai ficar mais parado ainda!
Poisé...nesses quase 3 anos de Sem Lenço, nunca entrei em hiatus. Mas, dessa vez é inevitável.
Pretendo voltar, um dia...
Por enquanto, quero concentrar todas as minhas forças na minha vida real. Cuidar da minha alma, do meu corpo, principalmente da minha mente e do meu coração.
Assim como coloquei no fotolog, minha prioridade será eu mesma, mais do que nunca!!
..então, até qualquer dia...

 



Escrito por Elaine Cristina às 12:29:25
[] [envie esta mensagem] []



Surtando...

De repente eu senti o tempo passar...
Tive plena noção do ontem, do hoje e do amanhã que, inevitavelmente, chegará...
Não sei se desejei que ele chegasse depressa, ou que simplesmente não chegasse, mas sei que senti medo em pensar como ele poderia ser.
A única responsável pelos meus atos sou eu, e eu posso fazer algo em um segundo e levar o arrependimento por toda vida.
Tenho a minha vida nas mãos, e não sei o que fazer com ela. Forças exteriores e interiores lutam entre si, discutindo o que devo/posso fazer para ser feliz, e eu me sinto perdida...e agora, mais solitária do que nunca...
...é inevitável que o tempo passe, mas posso evitar sentir pesar por isso.

Escrito por Elaine Cristina às 23:47:31
[] [envie esta mensagem] []



Primavera se foi, e com ela, meu amor...

Sabe aquelas noites em que tudo o que você desejaria ter é uma garrafa de vinho, um CD do U2 e uma amiga pra falar besteiras a noite toda?!
Mas, cá estou eu, na companhia do Venâncio (meu computador), me contentando com conversas no MSN.

Conclusões filosóficas-fúteis-porém-realistas alcançadas nesta noite:

* Solidão é muito foda.
* Falar de amor não é amar;
* Não basta dizer que ama, tem que amar;
* Quem ama cuida;
* Não poder ir no show do U2 me deprime profundamente;
* Se alguém tivesse percebido que Jhonny andava meio quieto demais, teriam certeza que não foi o caminhão, nem a curva fatal, nem a explosão...
* A verdade é que foi tudo por causa de um coração partido!
* O carnaval chegando me deprime profundamente;
* Tá TUDO muito FODA!!



Escrito por Elaine Cristina às 22:58:34
[] [envie esta mensagem] []



Volta às aulas...

Prof de Bioquímica: - Parabéns, Elaine, sua prova oficial do semestre passado estava excelente!

Elaine: - Ahnnn???????

Prof de Bioquímica: - Poisé, a única aluna que tirou 10!! E ainda disse que não tinha estudado!!

Elaine: (olhando dos lados) - ..err...tem certeza que o senhor está falando com a pessoa certa???

Prof de Bioquímica: - Claro, é a sua prova mesmo. O único 10 da turma!!!!

Elaine: - nãooooo!!!

Prof de Bioquímica: - Siiimmm!!

Elaine: - taum tah neh... =P



Escrito por Elaine Cristina às 10:06:40
[] [envie esta mensagem] []



Now, I'm feeling like a Brazilian woman!

O ócio dominical de uma recém desempregada (leia-se ex-escrava que não tinha domingos livres), me fez parar na frente da TV para conferir a minha revista eletrônica...(nem sei se ainda usam esse slogan, mas tá valendo).
Confesso que senti um leve arrependimento.
Trabalho escravo no Pará, fiscais do trabalho assassinados, gente morrendo afogada em estacionamento de shopping, pessoas perdendo tudo num alagamento em SP, entre outros absurdos típicos dessa sociedade filha-da-puta.
Mas o que mais me fez querer compartilhar minhas reflexões foi uma reportagem sobre a mulher do Afeganistão que denunciou as agressões que sofreu do marido e tinha uma audiência na ONU que foi cancelada porque o presidente paquistanês não-sei-das-quantas estaria presente, e poderia se sentir constrangido.
Na mesma reportagem, mostraram as atrocidades que os homens cometem com suas mulheres, seguindo a "cultura" e os "costumes" do povo, como cortar seus clítoris em determinada idade - ai! - amarrá-las pelos cabelos, puní-las com estupros coletivos entre outras "delicadezas".
Cheguei a conclusão de que tenho, afinal, um motivo pra me orgulhar de ter nascido no Brasil. Ter nascido mulher brasileira.
Não preciso comprar pacote turístico com cirurgia-plástica inclusa, como fazem as americanas que vem pro Rio de Janeiro, (o Brasil está sendo considerado o "paraíso das cirurgias plásticas") E eu, além de já morar aqui, não preciso de cirurgia nenhuma; ninguém vai dilacerar minhas partes íntimas, "ai" do infeliz que me encostar um dedo e ninguém nunca vai me obrigar a casar com alguém!!
..Vamos combinar que ninguém merece aqueles magrelinhos com bigodinho lá do Oriente né!! Tá bom que os brasileiros não são lá essas coisas também, mas...ah, a verdade é que homem é tudo fdp em qualquer parte do planeta!!
Ainda sonho com o dia em que eles deixarão de ser um mal necessário para ser um objeto de uso opcional, ou então atinjam o grau razoável de evolução espiritual que lhes permita valorizar a alma feminina, o que é impossível improvável.

Enquanto isso não acontece...vamos rezar pra Nicole Kindman conseguir um tempinho entre o set de filmagem e o cabeleireiro, para ao menos aliviar o sofrimento dessas pobres mulheres corrompidas por uma cultura ridiculamente determinada por homens ainda mais ridículos.

***SL NOTÍCIAS BREVES:
- eu chorei no final de O Código DaVinci;
- meu namorado teve combustão espontânea de causa não justificada nesse fds.
- Descobri que ganhei 3 kg em 2 meses (só não sei ainda se isso é bom...)
- Eu ganhei uma impressora! \o/
- Sonhar com o Bono do U2 é meio bizarro, mas até que é divertido!
- Ir no casamento, fazer careta pro noivo e o coitado ter um ataque de riso na frente da igreja toda, definitivamente, NÃO TEM PREÇO!
..tem coisas que só a Elaine consegue fazer!



Escrito por Elaine Cristina às 23:01:57
[] [envie esta mensagem] []



Há quem acredite em milagres, há quem cometa maldade, há que não saiba dizer a verdade...

Cada vez me desiludo mais com minha vida e me decepciono mais com a falta de caráter das pessoas.
Elas não são capazes de lutar pelo que desejam, acham mais fácil prejudicar os outros a correr atrás do que se quer.
Se a batalha fosse assumida, ainda seria mais digno. Cada um escolhe o seu time de futebol, sua cor preferida, sua escola de samba...e o seu caráter.
A diferença é que as que escolhem não ter caráter nenhum ocultam isso de tudo e de todos, até que sejam descobertas, e então já é tarde demais, alguém já se fudeu pela fata de caráter alheia.

bah...Tem gente que merece mesmo um tiro de bazuca na boca do estômago!

Apesar do que está errado, estou feliz pois sei que fiz minha parte.
Aprendendo com a vida, aprendendo com a morte, aprendendo com as amizades, com os tombos e tropeços, enfim, aprendendo com o tempo.

Estou ferrada, tá tudo dando errado e todos meus planos foram por agua abaixo, mesmo assim estou me sentindo tranquila, e por que não dizer, feliz?! Claro que não a ponto de mandar flores pro delegado e bater na porta do vizinho pra desejar bom dia, mas ao menos agora me sinto capaz de olhar o céu azul e ter a certeza que tudo passa!



Escrito por Elaine Cristina às 15:48:46
[] [envie esta mensagem] []



Quando fico triste eu tenho vontade de escrever.
Mas seu eu passar mto tempo sem aparecer aqui, pode saber que, ou estou alegre, ou estou no ápice da tristeza.
Quando fico triste eu ouço Anjos de Resgate, e peço à Deus não pra afastar a tristeza de mim, mas para me ensinar alguma coisa com ela.
E eu preciso mais do que ninguém, por ser tão cabeça-dura como sou.
Na maioria das vezes a vida é simples, mas eu complico sem saber. Isso já virou esporte.
É difícil não ter um colo pra chorar...mais difícil ainda é dar a força que não se tem.
É fácil agir por impulso, movido por instintos, difícil é controlar a si mesmo.
Pior de tudo é lidar com o sentimento de não-sei-o-quê que vem quando a gente se toca que precisa mudar, mas não sabe como, e se estar sozinho nessa luta é o maior dos desafios, e também o maior dos fatores que traz a solidão.
Definitivamente, a vida não é um rodízio de pizza onde temos que comer o máximo que pudermos, mesmo que não se tenha vontade, só porque pagamos o preço de viver.
O preço de viver é alto, e minha vida tem sido tentar descobrir o por quê de pagar esse preço.
Alguma coisa que valha a pena há de existir em algum lugar...

Escrito por Elaine Cristina às 20:36:02
[] [envie esta mensagem] []



Ultimo post do ano...atrasado.

Na contagem regressiva para mais um reveillon, como de costume, fui consultar meus arquivos bloguísticos do ano para fazer o costumeiro balanço anual.
Muitos momentos deprê ao som de Wish you were here, my immortal, patience...porque eu fico mal, mas com classe, sempre!
O ano não foi dos melhores, poucos momentos ficarão, e poucas coisas foram aproveitáveis, mas não há muito do que me arrepender. Algum tempo perdido, decisões erradas, mas experiências boas ou más, são bem vindas. Só espero que eu tenha sabido aproveita-las.
Apesar da sensação contínua de vida estagnada, sei que vivi e segui vivendo ao longo desse ano, e espero somente isso pra 2006.
Seguir vivendo, caminhando sempre, cada vez com mais determinação e esperança de chegar a algum lugar.
Sim, ainda falta você aqui comigo, mas eu sei que um dia esse sofrimento vai ser nada além de uma experiência de vida distante.
Bruno, te amo!

Frase do ano:

Finalmente meu lago de gelo derreteu, as emoções congeladas vieram a tona, todas de uma vez...
Tentei em vão contê-las...mas ainda bem que não consegui! Só assim pude aprender que "a dor que se dissimula dói mais", e eu acho que essa lição vou levar pra sempre.
(arquivos de janeiro/2005)



Escrito por Elaine Cristina às 12:11:08
[] [envie esta mensagem] []



Jingle bells, jingle bells...

Natal sem cara de natal...
A árvore e o presépio montados na sala não fizeram diferença. Confesso que por mim eles nem estariam lá.
A verdade é que nenhum bell jinglou.
E não me pergunte por que.
Não parei pra pensar na vida, não achei graça na ceia, não recebi nem mandei cartões, não fui a Missa de Natal.
Talvez porque eu estivesse esperando outra coisa, não sei.
Nao estou triste, apenas indiferente.
Indiferentemente com saudades.
Fazer o que né??
E a vida continua...em breve, o balanço do ano. Cotação de bons e maus momentos e o saldo total de 2005. Quem sabe até uma retrospectiva...


Escrito por Elaine Cristina às 14:34:31
[] [envie esta mensagem] []



atualizando...

Acho que essa de blog foi uma febre que já passou. Quase todos blogs que conheço estao abandonados ou em hiatus, e eu não tenho mais recebido comentários...
Foda-se, vou escrever mesmo assim.
O problema é que se eu for escrever o que tô a fim vou acabar mandando um monte de gente tomar no koo, o que não seria bom, então é melhor eu contar a decisão que tomei.
Meus professores me acham estressada, meus colegas de classe me acham estressada, a coordenadora do curso me acha estressada, minha mãe me acha estressada, e até eu me acho estressada!
Perante os fatos, tomei uma decisão: vou começar a fumar maconha!!!
Eu poderia seguir conselhos antiquados, como tomar chá de camomila ou suco de maracujá, acontece que eu odeio chá, e o suco de maracujá já não tem mais efeito.
Acho que a solução é a tal da cannabis mesmo.
Já tô até me imaginando entrando na sala de aula, em pleno dia 22 de dezembro pra fazer uma Prova Oficial com aquela cara de Paz e Amor. Acho até que vou levar uns cds de reggae pra ouvir durante as aulas, e vou sugerir aulas ao ar livre, debaixo das estrelas, sentindo a brisa e ouvindo o barulho dos galhos das árvores balançando.
Quem sabe, largar tudo e viver numa gruta em São Tomé das Letras, em uma comunidade naturista??? Passar os finais de semana na praia do sono, comendo peixe e plantando meu próprio alimento.
Fazer brincos e colares de sementes pra vender na praia, me libertar da escravidão do dinheiro e do trabalho, viver uma vida natural, como deve ser.
Sim, ninguém pode impedir a natureza, nem o que ela pode nos proporcionar...

Mas, enquanto não fumo nada...
Á todos que se empenham em atrasar a vida alheia, prejudicar, difamar, chatear, fofocar...façam um favor pra humanidade e vão pra PQP!!!
E como diz o lendário Dr. Pimpolho...
ahhh, vai se fuder, meu!!

www.luz.inferno.com.br



Escrito por Elaine Cristina às 00:49:22
[] [envie esta mensagem] []



Sem título, muito menos assunto...

Eu sempre adorei o mês de dezembro, a agitação, o clima natalino, a sensação de missão cumprida, a preparação pra dizer bye bye pro ano velho, levando uma bagagem de experiências e aprendizados positivos, deixando as coisas ruins no dia 31 de dezembro.
Mas esse ano eu tô tão...sei lá.
O mês de dezembro é indiferente, saber que farei mais um ano de vida é indiferente pra mim como é pras outras pessoas.
As festas, compras, enfeites de natal...
nada faz diferença, nada atinge essa escuridão que sinto no meu interior.
Não consigo ver nada que eu queira levar do ano de 2005, não consigo lembrar nenhum bom acontecimento, nada que me dê alegria, nenhum motivo pra recordar o ano que se acaba.
E isso tá doendo.
Talvez não tenha sido tudo perda de tempo. Talvez os tapas na cara que levei o ano todo um dia servirão pra algo além de me tornar uma pessoa amarga...
Ainda tô tentando reverter a situação.
Voltar a sonhar, a acreditar que ainda posso ser uma pessoa normal. Cultivar alegria dentro de mim, ainda que seja pouca.
Voltar a ter fé, sem esperar que os Céus façam algo por mim.
Ser gente grande as vezes dói!

PS.: Aos curiosos que ficam bisbilhotando meu blog por questões "fofoquísticas" ou simplesmente com a desculpa e ter assunto pra falar comigo depois...PRA PQP VCS!!!!!!!!!!!!!!!!!



Escrito por Elaine Cristina às 22:59:36
[] [envie esta mensagem] []



Patience...MmM...yeah

Sabe aquela preocupação que vai além do frio na barriga e gela a alma??
Aí a gente se desespera, chora, reza...
E esquece por um tempo.
Dali a pouco, tá ali de novo, o pensamento terrível...ai meu Deus, e se...?
É, eu tô tentando relaxar enquanto ainda é tempo.
Já estava esquecendo que no jogo da vida, cada um tem que fazer sua parte. Eu não posso fazer a parte de ninguém, da mesma forma que ninguém fará a minha.
Tentando deixar o desespero de lado e as preocupações também.
Em outras palavras, tentando ligar o FODA-SE e ficar nem aí...
Já vi que esse é o melhor caminho quando se tem os sentimentos menosprezados e rebaixados, e quando se sofre por coisas irremediáveis também.

If I can't have you right now, I'll wait, dear
Sometimes I get so tense, but I can't speed up the time
But you know, love, there's one more thing to consider
Said, "woman, take it slow and things will be just fine
You and I'll just use a little patience"

...Take it slow, things will be just fine...

Ouvindo: Patience - Guns'
Lendo: nothing =(



Escrito por Elaine Cristina às 22:49:34
[] [envie esta mensagem] []



Desidratei total...

[...]A Franca eh um pais maravilhoso, nao existe terrenos vazios, tudo eh cultivado, nao se ve coisas sujas ou cercas ou casas caindo ou carros soltando fumaca. Minha tia morra nos arredores de uma cidade medieval, a casa dela fica numa antiga vila pertencente a um castelo, totalmente envolta por uma tipica floresta de carvalho, ainda hoje pretendo tirar algumas fotos, você nem vai acreditar.
[...]

Será que a saudade recente dói menos que a saudade antiga?
Acho que essa é minha esperança de vida. Esperar a dor diminuir, e as lágrimas irem embora.

MUDANDO DE ASSUNTO...

Fiz um template novo pra Fábia, de presente de natal. Espero que ela se anime pra escrever no novo De Corpo e Alma.

 Visitem e deixem comentários pra ela.

Tenho muita coisa pra escrever, pra desabafar, mas tô com preguiça de ficar digitando...hehehe...prometo que volto mais tarde. Obrigada pela visitinha, e tenham todos um ótimo fim de semana! Bjinhos...



Escrito por Elaine Cristina às 10:23:39
[] [envie esta mensagem] []



Servidor novo, casa nova!!!

Há um bom tempo que o template novo tinha ficado pronto, tava faltando coragem para os últimos ajustes, os detalhes chatos que dão errado na última hora, sacoméquié né...
Então, agora tá liberado pra quem quiser visitar, analisar os detalhes, comentar!
Hoje não vou falar muito não. Estou triste porque meu amor tá muito longe de mim...

Escrito por Elaine Cristina às 14:43:11
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]